sexta-feira, 1 de maio de 2009

Poesia se faz?

Uns falam sobre a concisão. Não disperdiçar palavras.
Cortar, cortar. Catar feijões.
Um trabalho mineirador, que penera as palavras.
Achar a essência da poesia.
Sua forma mínima no tempo. Seu espaço mínimo no tempo.

Faz sentido. Parece que grande parte dos poetas, ou
a parte dos poetas grandes, segue essa "regra".

Mas,
poesia se faz?

Ou se acha,
descobre?

Ah, mas mesmo assim, achando-a como um diamante bruto:
é preciso lapidá-la?

Eu não sei ainda...

O que vocês acham?

6 comentários:

  1. Eu acho que poesia escorre pelo ouvido e entra na boca. Cai no estômago e depois de ser digerida, ela vai pra corrente sanguínea. Quando chega nos dedos, ela é escrita. Até que os olhos a enxergam. Só aí nos damos conta da sua existencia.

    ResponderExcluir
  2. boas questões... cada um tem um processo criativo, pra mim é uma mistura de descobrir e fazer (e o meu fazer envolve um 'enxugamento' do poema).

    mas ao mesmo tempo, tenho que tomar um puta cuidado pra não 'minerar' demais, pra não suprimir algo que seja essencial... afinal, leminski é um só =)

    ResponderExcluir
  3. oi, Taiyo! ser conciso é uma opção, não uma obrigação. podar excessos, procurar a forma mais bonita de se dizer algo é uma escolha (talvez, em algum ponto, uma necessidade) do poeta; é fato que, vai-se o tempo passando, o homem fica mais hábil, maduro o suficiente pra reconhecer aquilo que gostaria de dizer e o faz em formas inusitadas (para variar-se um pouco da mesmice do mesmo-dizer). é um pouco daquilo que conversei contigo: faz-se tão comum ouvir um dito pop. eu, quando um pouco mais novo, assim também pensava: um poema não deve ser deslindado, modificado - está-se como assim criou-se: um que seja estático, cumprindo os fins. com o tempo, você percebe que ele diz muito mais do que você quer...daí a necessidade de uma re-leitura, de um processo de crivo. muitas vezes, o que queremos dizer está em um verso, talvez em uma palavra, ou mesmo (pasme), em uma letra. quando eu fiz curso de caligrafia, descobri que também estas últimas, soltas, significam.
    acho que o amadurecer de um poeta tem a ver com sua busca incansável pela tradução do inefável em si ;-) acho que você vai pelo caminho certo. :)

    ResponderExcluir
  4. Poesia.. ah axo que ela flui! não existe uma formula para cria-la
    ;)

    ResponderExcluir
  5. poesia não se faz. já tá feito. é pedaço da gente que pede pra sair.

    ResponderExcluir